30/01/2012

pedagios e sua ganhação de dinheiro

Quem ja viajou em estados como Sao Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul ja deve ter tido que pagar pedagio. Exceção legal à regra do direito de ir e vir, os pedagios sao a terceirização das rodovias estaduais, onde o governo passa a responsabilidade de cuidar e manter a malha rodoviaria para uma empresa, que se remunera dos pedagios pagos por que passa nela.
Ha quem goste desse modelo de privatização de rodovias, mas eu mesmo sou contra. Acho uma verdadeira ganhação de dinheiro.
Por exemplo, agora em janeiro viagei com a família para Caiobá/PR, entrando em Sao Paulo pela divisa Bataguassu/MS-Presidente Epitassio/SP e depois na divisa Ourinhos/SP Jacarezinho/PR. Um trecho repleto de pedagios. O problema é que os preços desses pedagios sao caros, em um intervalo de 40, 50 km, a viagem rende menos e as estradas, que deveriam estar um tapete, sao boas mas apresentam buracos, desniveis (estradas do MS, que nao é pedagiado, tem algumas que nao devem nada para as privadas de SP e PR).
No caminho, observamos uma faixa no pedagio que dizia "sem parar". Em Ourinhos, nos informamos que se trata de um cartao que a pessoa adquire, pagando uma mensalidade apenas para te-lo. E ai quando usar o pedagio, so passar ele em um sensor que marca para que o valor equivalente seja pago junto com a mensalidade. Ou seja, além de ja pagar no combustivel o imposto referente, o brasileiro agora paga mensalidade por um cartaozinho so pra poder circular nas rodovias. E isso nao da nem direito de nao pagar o pedagio, acabando na mesma que qualquer um que passe sem o tal cartão.
O pior oi o argumento da mulher que explicou sobre o cartao "a vantagem é que voce nao precisa parar, ai nao se expoe ao risco de ser assaltado"
Como é que é?
Entao alem de tudo, nao tem nem uma policia ou segurança que possa evitar a ação de bandidos? ENtao o brasileiro paga imposto, paga o pedagio e ainda tem que aderir a uma mensalidade pra evitar ser assaltado? Mas e isso não é função do governo e da concessionaria providenciar segurança?
Ao menos o governo federal nao caiu nessa besteira de privatizar rodovias. Pelo menos por enquanto. Por que serio, estradas do Mato Grosso do Sul, tirando alguns trechos, nao devem em nada para as estradas privatizadas paulistas e paranaenses. Chega de pedagio.