21/02/2011

Tal qual 2010...

Apos o empate de estreia na Libertadores, o Inter voltou com 1 ponto para Porto Alegre. Sobre o jogo, foi uma grata surpresa ver que no "blog gigante", escrito pelo Thedy, há uma opiniao ponderada sobre o assunto
http://wp.clicrbs.com.br/bloggigante/2011/02/18/mal/?topo=2,1,1,,,2#comments
O que me preocupa é a alta cornetagem vinda de parte da torcida, que se deixa levar por opinioes suspeitas de cronistas esportivos, blogueiros, dentre outros.
Em 2010, a critica sobre Fossati recaia, sobretudo, sobre seu esquema de 3 zagueiros. Quando ele finalmente mudou para o que a imprensa queria, esta o acusou de "ficar trocando" o esquema. A saida do uruguaio se deu muito mais pela guerra contra a imprensa do que por falta de resultados (ou semifinal de Libertadores é mau resultado?).
Esse ano, algumas coisas se repetem. Uma critica ao esquema de Roth, e tentativas covardes, isso mesmo, COVARDES, principalmente pelo pessoal da Radio Gaucha, de condicionar a torcida. Vi o primeiro tempo do jogo pela Sky, e botei no 407, correspondente a Radio Gaucha, e pra minha surpresa, todos eram criticados.
- Goleiro e defesa nao haviam falhado porque nao eram exigidos, logo nao era de se esperar que falhassem
- Bollati estava "perdido", Guinazu foi chamado por um termo grosseiro e pejorativo pelo sr. Wianey Carlet que eu sequer pretendo repeti-lo aqui. W, Matias fo referido como inoperante, e ai a culpa, claro, foi creditada ao esquema de 3 volantes do Roth.
- O ataque, isolado, nada podia fazer.
O engraçado é que, assim sendo, nao deve ter rolado bola. Se o meio-campo nao produzia perdido, o ataque sozinho nao podia fazer nada, a defesa nao era exigida, entao ONDE ESTAVA A BOLA?
A ideia é tao grosseira que chega a ser ridiculo.
Concordo, sim, quando criticam a entrada de um terceiro zagueiro. Isso matou o meio de campo. Entretanto, é basicamente so o que se pode dizer sobre o Roth em termos de "erro".
O que Thedy questionou no blog dele, eu questiono aqui:
A quem interessa uma crise no Inter em uma fase de grupos como essa?
Tal qual 2010, começamos 2011 com uma maquina de guerra contra, com uma ideia clara de plantar uma CRISE dentro do Beira-Rio.
Querem apostar que, mudando o esquema e um eventual empate ou derrota servirao para criticar o Roth por "nao ter um esquema de jogo definido"?